Dana White não confirma, mas pensa em Cigano x Velásquez no Brasil

Presidente do UFC considera revanche uma boa opção para evento em estádio de futebol brasileiro e descarta que luta aconteça no México.

 

As vitórias arrasadoras de Junior Cigano e Cain Velásquez no UFC 146 deixaram claro que os dois seguem no topo da divisão dos pesados. Com boatos circulando de que a revanche entre eles será a próxima defesa de cinturão do brasileiro, o presidente Dana White não quis se comprometer e declarar quando o combate aconteceria, mas mostrou-se inclinado a realizá-lo.
- Acho que é uma boa ideia. Não sei quando será, mas gosto dessa luta. Veremos o que acontece. Cain merece a próxima luta. Vocês querem que eu dê o local, a data... Eu não sei ainda - respondeu Dana White, que afirmou depois que gostaria de fazer a revanche num estádio de futebol no Brasil. Indagado se a luta seria uma boa opção para a estreia do Ultimate no México, o dirigente descartou.
- Seria mesmo uma boa opção, mas eu vejo isso acontecendo primeiro no Brasil e depois no México - disse.
Cigano, que tirou o cinturão de Velásquez em novembro do ano passado e nocauteou Frank Mir neste sábado no UFC 146, se mostrou aberto a um novo confronto com o ex-campeão.

- Ele é muito rápido e seu vigor é muito bom para nossa divisão, mas não me importo quem será meu próximo oponente. Quem quer que for, vou assistir às suas lutas e formar minha estratégia para enfrenta-lo. Se for a revanche com o Cain Velásquez, vamos lá, eu gostaria disso - afirmou Cigano.
Já Velásquez, que nocauteou Antônio Pezão neste sábado, se mostrou ansioso pela revanche.
- A única razão de estar no esporte é ser campeão. Estou me sentindo mal sem ter isso - confessou o mexicano-americano, que já está pensando na estratégia para conter o brasileiro no segundo confronto.
- Tenho que levar mais a luta até ele. Ele tem mãos pesadas e bom jogo de pé - analisou.


 

Nenhum comentário: