Em luta sangrenta, Pezão leva nocaute de Cain Velásquez em estreia no UFC

Brasileiro sofre corte profundo no supercílio e perde por nocaute técnico para ex-campeão peso-pesado aos 3m36s do primeiro round em Las Vegas.

 

 

A estreia de Antônio Pezão no UFC não foi como ele esperava. O brasileiro sofreu um corte profundo no supercílio logo no início da luta e, sem enxergar quase nada por conta do sangue que jorrava, levou um nocaute técnico de Cain Velásquez ainda no primeiro round do co-evento principal do UFC 146, neste sábado, em Las Vegas. O americano, ex-campeão peso-pesado da organização, credenciou-se como um dos possíveis próximos desafiantes ao cinturão, que perdeu para Junior Cigano em novembro passado.



Foi a quarta derrota na carreira de Pezão, de 32 anos, que tem 16 triunfos no total. Ele vinha de uma vitória significativa sobre o russo Fedor Emelianenko e uma derrota para Daniel Cormier, ambas no Strikeforce. Velásquez, por sua vez, conquistou o décimo resultado positivo em seu cartel, contra apenas um revés, extamente para Cigano.
- Tentamos ir lá e dar nosso melhor. Óbvio que você não quer que seu oponente se machuque, quer que o árbitro pare a luta. Mas o Pezão é lutador muito duro. É parte do trabalho - disse o lutador de origem mexicana após o duelo.
A luta: muito sangue já no começo
A primeira ação de Pezão, com dez segundos de luta, foi um chute baixo. Muito ligado, Velásquez aproveitou, pegou o pé do brasileiro e conseguiu a queda. Por cima, aplicou diversos socos e uma cotovelada no supercílio que fez jorrar muito sangue do rosto de Pezão. O corte foi tamanho que o árbitro Josh Rosenthal pausou o combate para o atendimento médico. De volta à posição onde o duelo havia parado, Velásquez seguiu dominando e encaixando socos até que o árbitro interrompeu a luta de vez, dando vitória por nocaute técnico ao americano, aos 3m36s do primeiro round.

Nenhum comentário: