Fedor Emelianenko anuncia que está próximo da aposentadoria no MMA

Lenda do esporte não deixa claro se combate com Pedro Rizzo será o último da carreira, mas descarta luta contra campeão do GP do Strikeforce.

 

 

Lenda do MMA, o russo Fedor Emelianenko reconheceu nesta terça-feira que está próximo de encerrar sua carreira. Durante uma coletiva de imprensa para promover sua luta contra o brasileiro Pedro Rizzo, pelo M-1 Global, o "Último Imperador" descartou uma luta contra o vencedor do GP dos pesos-pesados do Strikeforce, que terá sua final disputada no próximo sábado, por conta de seus planos de aposentadoria.
Fedor disputou o GP no ano passado e foi derrotado logo na primeira luta pelo brasileiro Antônio Pezão. A final acontece no sábado em San Jose, EUA, entre Josh Barnett e Daniel Cormier.
- Eu vou torcer na final pelo Barnett, pois somos amigos há um longo tempo, mas é muito improvável que aconteça uma luta entre mim e o vencedor do Grand Prix. Vou encerrar minha carreira - afirmou Fedor, de acordo com o site russo "Sports.ru".
Não ficou claro, porém, se a luta contra Rizzo, marcada para 21 de junho em São Petersburgo, será a última antes da aposentadoria. Ele disse que pretende se manter envolvido no esporte e possivelmente ensinar artes marciais aos jovens.
Fedor Emelianenko foi considerado, pela maior parte da última década, como o melhor lutador de MMA peso-por-peso do mundo, graças a uma invencibilidade de 28 lutas entre 2000 e 2010. Durante este período, conquistou títulos no Rings, Pride e Wamma. Em junho de 2010, o russo foi enfim derrotado, pelo brasileiro Fabrício Werdum, por finalização, no Strikeforce. Ele sofreria mais duas derrotas seguidas, para Pezão e Dan Henderson, antes de deixar os EUA e vencer suas duas últimas lutas, contra Jeff Monson e Satoshi Ishii. Ao todo, seu cartel tem 33 vitórias, quatro derrotas e uma luta sem resultado.

Nenhum comentário: