Johnny Eduardo vence Jeff Curran e encerra jejum do Brasil no UFC

Carioca abusa dos chutes baixos e conquista primeira vitória do país no Ultimate em três meses, na segunda luta do UFC: Jung x Poirier.

 

 

O jejum de vitórias do Brasil no Ultimate acabou logo na segunda luta do UFC: Jung x Poirier. O carioca Johnny Eduardo, da equipe Nova União, derrotou Jeff Curran por decisão unânime (triplo 29-28) nesta terça-feira, em Fairfax, EUA. O triunfo encerrou uma "seca" de três meses do país, desde o UFC: Sanchez x Ellenberger, em 15 de fevereiro, quando o potiguar Ronny Markes derrotou Aaron Simpson.
Johnny Eduardo entrou ao som de funk, como faz tradicionalmente. No octógono, ele começou girando por fora, ao redor de Jeff Curran, e jogando alguns chutes baixos. O carioca bloqueou bem os golpes do adversário e, ao se esquivar de um cruzado, respondeu com um belo direto de direita. O americano deu mostras de que sentia os chutes baixos na sua perna esquerda, e Eduardo terminou o primeiro round em vantagem.



O lutador da equipe Nova União continuou apostando nos chutes baixos no assalto seguinte e ainda encaixou alguns golpes no corpo. Curran foi encontrando sua distância e acertou alguns socos e pisões, mas o brasileiro parecia confortável, se esquivando bem e respondendo com contragolpes fortes. Vendo que não conseguia nada na luta em pé, o americano mergulhou nas pernas do adversário, mas Eduardo escapou bem e ainda fez Curran se desequilibrar com um direto.
No terceiro round, o americano voltou a tentar derrubar o brasileiro, que mostrou ótima defesa de queda, característica marcante de um de seus companheiros de treino, o campeão dos pesos-penas José Aldo Jr. Ele vinha mantendo o mesmo domínio dos outros assaltos até receber uma cutucada acidental no olho direito. Eduardo pediu ao árbitro que interrompesse a luta para que ele se recuperasse, mas não foi atendido. Prejudicado, o atleta carioca se movimentou bastante e administrou a vantagem por cerca de três minutos, até o soar da siren.
Foi a 26ª vitória de Johnny Eduardo na carreira, e a primeira em duas lutas no UFC. Curran, por sua vez, sofreu sua segunda derrota consecutiva e a 15ª na carreira. O americano tem 33 vitórias e um empate no cartel profissional.
 
Resultados da noite:
 

CARD PRINCIPAL

Chan S. Jung venceu Dustin Poirier por finalização (triângulo de mão) a 1m07s do round 4
Amir Sadollah venceu Jorge Lopez por decisão dividida dos jurados
Donald Cerrone venceu Jeremy Stephens por decisão unânime dos jurados
Yves Jabouin venceu Jeff Hougland por decisão unânime dos jurados
Igor Pokrajac venceu Fábio Maldonado por decisão unânime dos jurados
Tom Lawlor venceu Jason MacDonald por nocaute aos 50s do round 1
 
CARD PRELIMINAR
Brad Tavares venceu Dongi Yang por decisão unânime dos jurados
Cody McKenzie venceu Marcus LeVesseur por finalização (guilhotina) aos 3m09s do round 1
TJ Grant venceu Carlo Prater por decisão unânime dos jurados
Rafael dos Anjos venceu Kamal Shalorus por finalização (mata-leão) a 1m40s do round 1
Johnny Eduardo venceu Jeff Curran por decisão unânime dos jurados
Francisco Rivera venceu Alex Soto por decisâo unânime dos jurados

 

Nenhum comentário: