José Aldo promete surpresa para a torcida em caso de vitória no UFC 149

Manauara revela que levou bronca de Dana White por ter se jogado no
público após nocautear o americano Chad Mendes no UFC 142, no Rio.

 

A comemoração inusitada e arriscada de José Aldo, que se jogou torcida brasileira que lotou a Arena da Barra após nocautear Chad Mendes no UFC 142, não foi bem recebida por Dana White. Mesmo assim, o manauara, que revelou ter levado uma bronca na ocasião, prometeu mais uma surpresa em caso de novo triunfo, desta vez no UFC 149, que será realizado no dia 21 de julho, em Calgary, no Canadá. Mas só se o presidente permitir, é claro. A afirmação foi feita durante a primeira entrevista coletiva do evento, nesta quarta-feira, em Calgary, que contou com o atual campeão dos penas, o desafiante americano Erik Koch e o diretor de operações do UFC no Canadá, Tom Wright, que fez as honras na ausência de Dana.
Houve a conversa para lutar no Brasil. Achei ótimo, porque lá a torcida ajuda muito. Mas eu já tinha antes na minha cabeça que seria aqui. Ótimo que seja aqui, quero que a torcida lute comigo, quero ser mais conhecido. E sei que eles têm o campeão, que é o Georges St-Pierre, mas quero conquistar os corações deles também. Pode aguardar que vou fazer alguma surpresa para os fãs, pois eles que dão o show. E se o Dana permitir, porque da última vez eu levei uma bronca, então tem que ver com ele - disse José Aldo.
Erik Koch não era o mais cotado na lista de possíveis desafiantes ao cinturão de Aldo. Na frente dele estavam o japonês Hatsu Hioki, o americano Dustin Poirier e o sul-coreano Chan Sung Jung. Todos eles, no entanto, já estavam com luta marcada. Koch afirmou que ficou bastante emocionado quando recebeu a notícia:
- Quando descobri... Venho tentando essa luta pelo título há muito tempo, e quando descobri que tinha conseguido fiquei de joelhos, literalmente, e gritei. É um grande teste, um grande desafio, estou muito empolgado.
Aldo pensa da mesma maneira que seu oponente. Ele disse que já contava com a possibilidade de tê-lo como próximo rival e elogiou a trajetória dele no MMA desde os tempos de WEC, que recentemete foi incorporado pelo UFC:
- Para mim não foi nenhuma surpresa. Ele é bem ranqueado. Cogitaram vários nomes, como Hioki e Poirier, mas ele fez por merecer a disputa do cinturão, e é justo. Ele vem lutando desde o WEC, em uma longa caminhada.
O brasileiro se mostrou feliz com a chance de atuar mais uma vez no Canadá. Na primeira, no UFC 129, defendeu seu cinturão contra o canadense Mark Hominick, em Toronto.
- Eu me sinto muito bem, a primeira em Calgary e a segunda no Canadá. Minha primeira vez foi em Toronto, no evento do recorde mundial de público. Luta será em pé, e acho que todos vão gostar do show que vamos dar - afirmou.








CARD DO UFC 149
José Aldo x Erik Koch
Mauricio Shogun x Thiago Silva
Michael Bisping x Tim Boetsch
Rodrigo Minotauro x Cheick Kongo
Thiago Alves x Siyar Bahadurzada
Jon Fitch x Aaron Simpson
Court McGee x Nick Ring
Bryan Caraway x Mitch Gagnon
Mitch Clarke x Anton Kuivanen
Ryan Jimmo x Anthony Perosh
George Roop x Antonio Carvalho

Nenhum comentário: