Nate Diaz domina a luta, finaliza Jim Miller e fica perto de disputar cinturão

Americano tem boa performance e impõe primeira derrota por finalização ao adversário. Se Dana White cumprir promessa, ele vai disputar o título.

Uma boa performance de Nate Diaz na noite deste sábado o colocou muito perto de uma chance de disputar em breve o cinturão peso-leve do UFC. Dominante o tempo inteiro, o americano derrotou o compatriota Jim Miller por finalização, aos 4m09s do segundo round, no duelo principal do "UFC: Diaz x Miller", em Nova Jersey, nos Estados Unidos. Se o presidente da organização, Dana White, cumprir sua promessa, o irmão de Nick Diaz vai encarar o vencedor do duelo entre Ben Henderson e Frankie Edgar, valendo o título da categoria.
Foi a 16ª vitória de Nate Diaz, a terceira consecutiva. O atleta de 27 anos tem um total de 23 lutas na carreira. Já Jim Miller, que até então nunca havia sido finalizado (ou nocauteado), sofreu a quarta derrota, contra 21 triunfos no total. Nos últimos dez combates, venceu oito.
A luta: Diaz superior do início ao fim
Antes do início da luta, Jim Miller estendeu o punho para o tradicional toque de luvas, mas Nate Diaz apenas o olhou e deixou claro o clima tenso dentro do octógono. Nos primeiros movimentos, houve trocação franca, e ambos logo partiram para o clinch, a luta agarrada, desferindo joelhadas um no corpo do outro. Diaz acertou uma boa combinação de jab e direto no minuto final e conseguiu um knockdown, mas deu as costas para o rival, que tentou uma guilhotina. No finzinho, Diaz conseguiu inverter a posição e partir para o estrangulamento, mas não havia mais tempo.
No segundo round, o panorama não mudou, com Diaz acertando mais golpes na trocação. Miller, já com o nariz sangrando, tentou um chute voador sem sucesso e despertou a ira do oponente, que passou a provocá-lo e a chamá-lo para o combate, abrindo os braços em sinal de protesto. Com a luta no chão, Diaz conseguiu conectar bons golpes e, em um grande momento, encaixou uma guilhotina. Miller não resistiu e deu os três tapinhas no chão do octógono, desistindo a luta.

 Momento em que Diaz encaixa a guilhotina em Jim Miller, que não resiste

 Nate Diaz comemora boa atuação que lhe deu a vitória no UFC deste sábado

 

Nenhum comentário: