Parado há 11 meses, Maldonado comemora volta: 'Não tem lesão'

Ansioso por retorno após duas lutas desmarcadas, brasileiro se ofereceu para substituir Thiago Silva contra Igor Pokrajac no UFC: Poirier x Jung.

                  Fábio Maldonado em sua última luta, contra Kyle Kingsbury, em junho de 2011

 O peso-meio-pesado Fábio Maldonado não se apresenta no octógono do Ultimate desde 4 de junho de 2011, quando foi derrotado por Kyle Kingsbury em decisão unânime. Desde então, o sorocabano esteve programado para lutar duas vezes, mas teve de desistir por conta de lesões. Desta vez, a uma semana de enfrentar o croata Igor Pokrajac pelo UFC: Poirier x Jung, Maldonado garante que vai para o combate, sem falta.
- Não tem lesão. Gracas a Deus, está tudo bem. Deus me livre não lutar de novo...
Maldonado estava programado para enfrentar Aaron Rosa no UFC Live 6 em outubro do ano passado, quando uma lesão na coluna cervical afetou sua preparação e o impediu de treinar. Mais tarde, o paulista foi escalado para o UFC Rio 2, em janeiro deste ano, onde enfrentaria inicialmente Stanislav Nedkov e, mais tarde, Caio Magalhães, mas lesionou a costela. Mais três semanas de repouso. O "Caipira" sentiu que tinha de mostrar serviço e, assim que viu Thiago Silva, adversário original de Pokrajac, ser remanejado para enfrentar Alexander Gustafsson no UFC Suécia, se prontificou para substituí-lo.
- Eu queria lutar, até mesmo se fosse contra um wrestler (praticante da luta olímpica), que não case com meu jogo e me bote no chão. O Pokrajac vai tentar me botar no chão, mas quero recuperar o tempo perdido. É muito tempo sem lutar - admitiu.

Maldonado terá pela frente um croata especializado na luta olímpica. Infelizmente para o brasileiro, porém, o americano Eric Albarracin, treinador da modalidade na Team Nogueira, está nos EUA, indisponível, e Maldonado precisou focar sua preparação de chão no jiu-jítsu, onde é faixa marrom e recebeu ajuda de Rodrigo Minotauro e Wagner Caldeirão.

Como sempre, o carro-chefe do sorocabano será o boxe, modalidade na qual tem 22 vitórias, incluindo 21 nocautes. Para impor essa técnica, o condicionamento físico será importante. Maldonado admitiu que não estará perfeito, mas prometeu não usar o longo tempo de inatividade como desculpa.

- O importante é como a gente está se sentindo. Eu acho que pode atrapalhar um pouquinho, mas vou descer o sarrafo no cara. Meu jogo é apertar, colocar contra a grade, e cada vez mais vou tentar melhorar o meu jiu-jítsu. Mas não acredito que o tempo parado vai atrapalhar. Não será uma desculpa - concluiu o peso-meio-pesado.

Confira o card completo do UFC: Poirier x Jung:
UFC: Poirier x Jung

15 de maio de 2012, em Fairfax (EUA)


CARD PRINCIPAL
Dustin Poirier x Chan Sung Jung
Jorge Lopez x Amir Sadollah
Donald Cerrone x Jeremy Stephens
Jeff Hougland x Yves Jabouin
Igor Pokrajac x Fábio Maldonado
Tom Lawlor x Jason MacDonald


CARD PRELIMINAR
Cody McKenzie x Aaron Riley
Brad Tavares x Dongi Yang
TJ Grant x Carlo Prater
Rafael dos Anjos x Kamal Shalorus
Johnny Eduardo x Jeff Curran
Francisco Rivera x Alex Soto

Nenhum comentário: