Após estreia no UFC, Glover sonha enfrentar Shogun e Rampage

Mineiro, invicto desde 2005, estreou com uma bela vitória sobre Kyle Kingsbury no UFC 146, disputado no último sábado, em Las Vegas.

 

 

O início no UFC não poderia ter sido melhor. Glover Teixeira superou os problemas burocráticos com a imigração americana e estreou com vitória sobre Kyle Kingsbury, no UFC 146, disputado no último sábado, em Las Vegas. O brasileiro, que teve no corner seus parceiros de treino Marco Ruas, Pedro Rizzo e Chuck Liddell, lendas do UFC, busca consolidar-se no maior evento de MMA do mundo. E Glover já elegeu quais seriam seus oponentes preferidos: Mauricio Shogun e Quinton 'Rampage' Jackson.
Glover tem um cartel impressionante. O mineiro de Sobrália, município com cerca seis mil habitantes, tem 18 vitórias e apenas duas derrotas. O último revés foi em março de 2005, contra Ed Herman. Desde então foram dezesseis vitórias consecutivas, sendo treze por nocaute e apenas uma na decisão dos juízes. Para muitos, o brasileiro deveria ganhar o prêmio de finalização da noite (Paul Sass e Stefan Struve levaram o bônus), mas Glover, em entrevista ao "MMA Junkie", se diz tranquilo.
- Na próxima eu me esforçarei mais e talvez consiga uma finalização melhor, mas não tenho do que reclamar. Quem sabe na próxima - afirmou Glover, que esperou por mais de três anos para conseguir regularizar sua situação com a imigração americana.



Questionado sobre o fato de não ter esperado durante todo esse tempo e ter feito lutas em outros eventos, Teixeira acredita que foi justamente por ter feito outros combates que ele entrou tão calmo em sua estreia no UFC.
- O Chuck Liddell me falava que se eu não batesse esses outros oponentes, eu não mereceria estar no UFC. Me senti muito tranquilo contra o Kingsbury e fiz tudo que havia treinado. Estava bem relaxado - disse o mineiro.
O mineiro segue agora para a Holanda para acompanhar os preparativos finais para a luta entre seu companheiro de treino, Pedro Rizzo, que enfrentará Fedor Emelianenko, na Rússia. Em relação aos próximos adversários, Glover gostaria de poder voltar ao octógono em três meses, e elegeu seus oponentes preferidos.
- Coloco o Maurício Shogun e o Quinton 'Rampage' Jackson como um combate dos sonhos. Mas qualquer um no UFC agora será uma luta dura - concluiu.

 

Nenhum comentário: