Campeão do TUF americano recebe seis meses de suspensão médica

Michael Chiesa pode voltar mais cedo do que o prazo estipulado, mas para isso precisará de aprovação dos médicos após uma nova avaliação.

  

A Comissão Atlética de Nevada divulgou nesta segunda-feira as suspensões médicas dos lutadores que entraram no octógono na última sexta-feira, pelo TUF Live Finale. Michael Chiesa, que se tornou campeão do reality show, e Pat Schilling terão de ficar seis meses afastados. Em ambos os casos, um médico pode diminuir o prazo de afastamento, com base em uma nova avaliação. Já o brasileiro Cristiano Marcello, que levou nocaute técnico de Sam Sicilia, ficará fora até 17 de julho.





Chiesa, que bateu Al Iaquinta na decisão da décima quinta edição do TUF americano por finalização, sofreu uma lesão na mão esquerda. Schilling, por sua vez, que perdeu por decisão unânime para Max Holloway, sofreu lesões na mão e no ombro direito.
Confira a lista completa de suspensões médicas, de acordo com o site 'MMA Junkie':
Martin Kampmann: suspenso até 1º de agosto, sem contato em treinamento até 17 de julho devido a cortes e hematomas no rosto
Jake Ellenberger: suspenso até 2 de julho, sem contato até 23 de junho por precaução.
Michael Chiesa: suspenso até 29 de novembro. Possível lesão na mão esquerda. Médico pode diminuir o prazo, com base em uma nova avaliação.
Pat Schilling: suspenso até 29 de novembro. Possíveis lesões da mão direita e ombro direito, Médico pode diminuir o prazo, com base em uma nova avaliação. Independentemente, suspenso até 2 de julho por precaução.
John Cofer: suspenso até 1º de agosto, sem contato até 17 de julho por precaução.
Chris Tickle: suspenso até 17 de julho, sem contato até 2 de julho devido a cortes e hematomas no olho esquerdo e nos lábios.
Sam Sicilia: suspenso até 17 de julho, sem contato até 2 de julho devido a corte no lábio inferior.
Cristiano Marcello: suspenso até 17 de julho, sem contato até 2 de julho por precaução.
Jeremy Larsen: suspenso até 17 de julho, sem contato até 2 de julho por precaução.

Nenhum comentário: