Cigano faz coro por UFC em Salvador: 'Eu quero lutar aqui'

No encontro com o governador do estado, lutador revelou desejo de participar de edição do evento em Salvador







A onda crescente dos apaixonados e simpatizantes pelo MMA no Brasil fez com que o UFC voltasse os olhos para o país. Após uma edição no Rio de Janeiro e a programada para Belo Horizonte, Salvador apareceu na lista de possíveis locais para sediar o evento e ganhou um cabo eleitoral de peso: Junior Cigano, atual campeão dos pesos-pesados do torneio.
- Quero trazer o UFC para a Bahia e alegrar a nossa gente. Eu quero lutar aqui – afirmou o lutador no encontro com o governador do estado, Jaques Wagner, após desembarcar em Salvador.
Durante a conversa com o lutador, o governador e secretários de estado confirmaram que foram procurados pelo dono do UFC, Lorenzo Fertitta, sobre a disponibilidade da cidade. Um dos locais especulados para a realização do UFC foi o estádio de Pituaçu, que caiu no agrado do treinador Luiz Dórea, mas com uma condição:
- Se não chover, pode ser lá – lembrou o técnico.
O interesse do governador em conhecer mais sobre o esporte – se comprometeu até em assistir ao próximo duelo de Cigano – deixou o lutador animado com a possibilidade de lutar capital baiana.
- Isso seria maravilhoso. Quero muito lutar no Brasil e imagina se for em casa. Lorenzo, dono do UFC, estava negociando com o governador para o UFC vir pra cá, e espero que isso aconteça. Hoje (terça-feira) a gente deu até uma chamada para ver se acontece mesmo. Quero lutar no Brasil e se puder lutar em Salvador vai ser melhor ainda – disse.





Natural de Caçador, em Santa Catarina, Cigano conheceu as artes marciais em Salvador e já se diz baiano.
- Sou metade baiano e metade catarinense. Foi aqui que comecei a treinar e aqui que virei campeão. Gostou muito de morar aqui e tenho uma família. Meu lugar é aqui – garantiu.
Após derrotar Frank Mir, Cigano aguarda a definição do novo desafiante. Alistair Overeem, Cain Velásquez e Jon Jones estão entre os favoritos.

Nenhum comentário: