Confiante e pronto, Yuri Marajó afirma: 'Vou para nocautear ou finalizar'

Paraense participa pela primeira vez do card principal do UFC. Adversário será o carioca Hacran Dias, no UFC 147, que será realizado no sábado (23).

 

O paraense Yuri Marajó está pronto para conseguir a sua primeira vitória por nocaute ou finalização. O ex-campeão peso-leve do Jungle Fight, que passou aos pesos-pena há três lutas, vai fazer parte do card principal do UFC, no UFC 147, que acontece no próximo sábado (23), no Ginásio do Mineirinho, em Belo Horizonte. O adversário será o carioca Hacran Dias.
Contra o japonês Michihiro Omigawa, no UFC Rio, realizado no início do ano, Yuri Marajó chegou à sua 13ª vitória consecutiva e 27ª em 30 lutas na carreira. Apesar dos números que impõem respeito, Marajó ainda não se vê entre os melhores lutadores de sua categoria. A luta contra Hacran Dias representa um sonho antigo: lutar num card principal. A meta agora é conquistar uma vitória por nocaute ou finalização.
- A minha preparação está sendo forte. Estou pronto e concentrado. Meu forte é o jiu-jitsu para frente, mas a luta marajoara, das minhas raízes, também sempre me ajuda. Essa é a luta que mais eu foquei e me prepararei. Meu sonho sempre foi estar entre os melhores e estou pronto para entrar no top 10 da divisão – afirmou.


 

Yuri Marajó revelou que houve mudanças no seu treinamento. Na luta contra Omigawa, o condicionamento do lutador foi bastante questionado, já que ele chegou muito cansado para o último round. Atualmente pensando 70 kg, Yuri revela que não vai ter problemas para bater o peso da categoria dos pesos-penas (até 66kg).
- A alimentação vai diminuindo para que eu não sofra para perder peso, como aconteceu na última vez. Todo mundo passa por isso. Tem lutador que perde oito quilos em três dias. Mas estou preparado e agora meu condicionamento físico é bem melhor do que na luta passada.
O paraense de 31 anos conta que estudou todos os pontos fortes de Hacran ‘Barnabe’ Dias, que vai fazer a sua estreia no UFC. Yuri Marajó afirma que essa será a sua grande oportunidade de conseguir a primeira vitória por nocaute ou finalização.
- Acompanho o Hacran já faz algum tempo. Ele é faixa preta de jiu-jitsu e sabia que um dia a gente iria se encontrar. O cara treina na mesma equipe que o José Aldo, então sei que vem forte. É uma estreia e ele pode sentir esse clima. Se Deus quiser vou conseguir mostrar que luto para frente. Tenho muitas surpresas, que não deu para colocar em prática nas outras lutas. Vou para finalizar ou nocautear.

Nenhum comentário: