Erick Silva salva noite brasileira no UFC e finaliza Charlie Brenneman

'Índio' confirma a excelente fase na carreira, recupera-se de resultado negativo no UFC Rio 2 e vence em sua estreia em torneios internacionais.

 

 

Após três derrotas em três lutas no UFC: Johnson x McCall, o MMA brasileiro teve a sua redenção por Erick Silva. Estreando em combates internacionais, o "Índio", como é apelidado no Brasil, venceu o americano Charlie Brenneman por finalização com um mata-leão, aos 4m33s do primeiro round. Chegou a sua 14ª vitória na carreira, contra apenas duas derrotas, e se recuperou do mau resultado no UFC Rio 2, quando teve o triunfo sobre Carlo Prater transformado em revés após ser desclassificado pelo árbitro Mário Yamasaki, que alegou ter visto golpes dele na nuca do adversário. Já Brenneman sofreu a quarta derrota da carreira, contra 15 vitórias.
- Eu queria agradecer ao UFC por me dar essa oportunidade de lutar nos EUA. Só tenho a agradecer aos meus fãs e ao UFC por estar aqui - disse o lutador após o combate.



O primeiro round começou com uma forte joelhada de Eric Silva em Brenneman, que sentiu e chegou a cair, antes de se recuperar. O brasileiro mostrava velocidade e bom jogo de pernas e golpes variados contra o americano. Brenneman tentava encurtar a distância e evitar a trocação para usar o seu wrestling, mas o brasileiro mostrou estar preparado para esta tática, e aplicava chutes, além de conseguir se levantar rapidamente. A luta era intensa, e Eric Silva mostrava muita habilidade no ataque.
saiba mais
  • Erick Silva leva bônus de US$ 40 mil por finalização da noite
Após uma boa sequência de chutes rodados e socos, o brasileiro mantinha sua guarda baixa. Em nova tentativa de Brenneman de derrubá-lo, o brasileiro fez o sprawl para evitar ser agarrado, trabalhou a posição no chão e pegou as costas do americano, preparando a finalização com tranquilidade. Até que achou a brecha na defesa de Brenneman para encaixar o mata-leão e executar o golpe com precisão. O adversário não teve outra saída e bateu.
 
Confira todos os resultados do UFC: Johnson x McCall
 
CARD PRINCIPAL
Demetrious Johnson venceu Ian McCall por decisão unânime dos juízes
Erick Silva venceu Charlie Brenneman por finalização a 4m33s do primeiro round
Mike Pyle venceu Josh Neer por nocaute a 4m56s do primeiro round
Eddie Wineland venceu Scott Jorgensen por nocaute técnico a 4m10s do segundo round
 
CARD PRELIMINAR
Mike Pierce venceu Carlos Eduardo "Tá Danado" por decisão dividida dos juízes
Seth Baczynski venceu Lance Benoist por decisão dividida dos juízes
Matt Grice venceu Leonard Garcia por decisão unânime dos juízes
Dustin Pague venceu Jared Papazian por finalização a 3m21s do primeiro round
Tim Means venceu Justin Salas por nocaute técnico a 1m06s do primeiro round
Buddy Roberts venceu Caio "Monstro" Magalhães por decisão unânime dos juízes
Henry Martinez venceu Bernardo "Trekko" Magalhães por decisão dividida dos juízes
Sean Pierson venceu Jake Hecht por decisão unânime dos juízes

Nenhum comentário: