Franklin ignora polêmica sobre luta com Wand: 'Não há dúvida, eu venci'

Rival do brasileiro no UFC 147 aproveita para provocar e dizer que deu uma nova chance ao adversário: ‘Ele tem 25 minutos para tentar de novo'.

 

 

O primeiro encontro de Rich Franklin e Wanderlei Silva, em 2009, ainda gera polêmica. No duelo do UFC 99, o americano levou a melhor na decisão unânime dos jurados. Entretanto, ainda há quem diga que o brasileiro merecia a vitória após três equilibrados rounds. Sobre isso, Franklin não titubeou ao dizer que o seu triunfo foi merecido, mas não se importou em classificar a luta deste sábado, em Belo Horizonte, pelo UFC 147, como um tira-teima.
Eu, particularmente, não acho que a luta foi controversa. Acho que venci. Mas por causa da luta deste sábado as promoções estão aproveitando para criar uma situação: Wanderlei acha que ganhou, mas eu não (risos). Para mim, não existem dúvidas daquela luta. Mas se ele acha que venceu, temos 25 minutos marcados para que tente de novo – disse Franklin.
Os juízes e os resultados de algumas lutas UFC são um dos principais causadores de polêmicas há muito tempo. Um dos mais experientes lutadores da organização, Rich Franklin discordou do chefão Dana White ao falar sobe o uso de tecnologia na decisão dos árbitros. Diferentemente do presidente do Ultimate, o lutador acredita que recursos modernos não são a melhor solução e, inclusive, podem piorar.
- É um problema e sempre será um problema. O boxe tem de lidar com isso e no Brasil sempre tem gente querendo matar árbitros por erros no futebol. É parte do esporte. Mas preciso dizer que prefiro lidar com erros humanos no esporte do que com erros de replay instantâneo. Juízes são treinados para tomar a decisão correta e uma vez que você passa para computadores, qual o limite? – questionou.
Ainda sobre o assunto, Rich Franklin ressaltou a pouca experiência de grande parte da arbitragem com as artes marciais mistas.
- Temos muitos juízes que nunca fizeram MMA. Não precisa ser alguém que lutou, mas ao menos ser familiarizado com jiu-jítsu, kickboxing e outras lutas. Eu fui juiz em torneios pequenos e sei em que posição ficar quando um cara vai para o chão. A experiência com a luta ajuda – disse.
Rich Franklin enfrenta Wanderlei Silva neste sábado, pela luta principal do UFC 147. Pela final do reality show "The Ultimate Fighter Brasil - Em busca de campeões", Cezar Mutante e Serginho Moraes duelam pelos pesos-médios, enquanto Rony Jason encara Godofredo Pepey pelos penas.

Nenhum comentário: