Namorada revela que Daniel Sarafian queria lutar lesionado no UFC 147

Livia Cadaval afirma que assédio feminino não a incomoda e fala sobre o lado doce do participante eleito o 'muso' do TUF Brasil.

 

Um dos destaques do TUF Brasil, Daniel Sarafian ficou fora da final dos pesos-médios do programa após sofrer uma lesão de última hora do bíceps. Entretanto, não foi fácil convencer o lutador de não subir no octógono do Mineirinho para enfrentar Cezar Mutante. Companheira do atleta há quatro anos, Lívia Cadaval revelou que seu namorado cogitou lutar mesmo com o braço machucado.




Ele queria ir para o pau mesmo com a lesão, mas três ou quatro médicos que nós consultamos o desaconselharam a lutar. Realmente, ele não tinha condição, o braço dele estava quase sem movimentos. Não tinha força, e se ele decidisse lutar, poderia comprometer tanto a performance dele na luta, como também a carreira no UFC. Eu queria muito que ele lutasse, mas não é uma questão de escolha - revelou Livia.
Sarafian foi eleito o participante mais bonito do TUF Brasil. Mas o assédio, que aumentou depois da fama repentina, não a incomoda. Tranquila, Lívia confessou que o ciumento da relação é o lutador.
- Ele é mega ciumento. Um dos caras mais ciumentos que eu já conheci. Ele fica atrás, não gosta que eu faça nada sozinha. Eu sou o contrário. Adorei que ele tenha sido o muso do TUF, já que era o mais bonito mesmo. Eu tenho que confiar porque ele é uma pessoa pública. Na minha frente ninguém nunca fez nada demais, mas chegam querendo tirar foto, dizendo que ele é lindo, que o amam. Mas isso faz parte, temos que entender - disse.
Como parceiro e companheiro de todos as horas, Livia só elogiou o namorado. Segundo ela, a agressividade fica restrita ao octógono. Fora do ambiente de lutas, o peso-médio costuma ser um doce.
- Como namorado ele é ótimo. Todos que o conhecem sabem que ele tem um coração imenso e um caráter excepcional. Ele é difícil de conviver, porque ser lutador não é fácil. As pessoas têm que entender que essa é a vida dele, que ele vai ficar estressado por ficar sem comer, de dieta. É muito difícil. Quem namorar um lutador passará por isso, como eu. Ele é muito atencioso e carinhoso. Todos viram que ele é uma pessoa fofa. Na hora da luta, ele muda completamente - finalizou.
Perguntada se teria problemas em "defender" o namorado de alguma fã mais afoita, Livia riu:
- Se tiver que lutar, eu tô ferrada, porque não sei nada de luta. Trabalho com tecnologia, é completamente diferente da vida dele. Mas não é para elas virem não... se vierem, vai sair a lutadora daqui - brincou.

Nenhum comentário: