Oposto de Sonnen, Rich Franklin diz ter aprendido sobre cultura brasileira

Para o rival de Wanderlei Silva, americanos têm reputação de arrogantes. Sobre Sonnen, diz: 'Não queria ter de andar no Brasil cheio de seguranças'.

 

 

Quando se fala em lutador americano que vai enfrentar um astro brasileiro, o primeiro nome que vem à cabeça é Chael Sonnen. Mas o atleta em questão é bem diferente do falastrão que tem como principal instrumento de propaganda as provocações a Anderson Silva e ao Brasil. Com um jeito simpático, Rich Franklin ainda não disparou pérolas sobre Wanderlei Silva, seu rival no UFC 147, mas fez uma constatação interessante sobre seus próprios compatriotas:
- Os americanos, em geral, não falando apenas de Chael Sonnen, têm uma reputação de arrogantes. Quando vamos a um país humilde como este para lutar contra um ídolo nacional, aprender sobre a cultura e tratar bem as pessoas ajuda - disse ao sportv.com, para depois recusar qualquer comparação com o desafeto de Anderson Silva:
  Não sou como ele (Sonnen) e não queria ter de andar no Brasil cheio de seguranças.
Sobre estar sempre sorridente e aparentando tranquilidade, o lutador contou que, por dentro, não é bem assim que as coisas se desenrolam.
- Eu tenho uma "poker face" boa. Eu aparento estar tranquilo, mas minhas semanas estão todas focadas nessa luta - disse, referindo-se às caricaturas que são famosas na internet.
Rich Franklin encara Wanderlei Silva na luta principal do UFC 147, neste sábado, no ginásio Mineirinho, em Belo Horizonte. O evento terá também as finais do reality show The Ultimate Fighter Brasil - Em busca de campeões, entre Cezar Mutante e Serginho Moraes, e entre Rony Jason e Godofredo Pepey. A TV Globo e o canal Combate transmitem o UFC 147. O sportv.com, fará o acompanhamento em Tempo Real, na íntegra.

Nenhum comentário: