Tietado, Wand não se assusta com tamanho de rival: 'Não é documento'

Em BH, 'Cachorro Louco' festeja luta com Rich Franklin em peso combinado e defende o nível dos lutadores do card: 'Eles não têm nada a perder'.

 

- Alivia para mim. Vamos lutar com 86kg. Os últimos dois quilos são os mais difíceis de perder. Então, isso dá uma folga. O peso tanto faz. Tamanho não é documento. Se fosse, o elefante era o rei da selva - disparou, bem-humorado.
Assim como Franklin, Wand manteve o discurso de respeito ao adversário. O brasileiro confirmou que existe uma amizade entre ele e o americano. Entretanto, a relação não é forte o suficiente para diminuir seu ímpeto no combate.
É um cara muito gente boa, um dos mais legais do nosso meio. Ele é super respeitoso, mas não é um que eu treino junto. É um amigo, mas estou tranquilo em lutar com ele. Espero retribuir toda a receptividade que recebi aqui - completou o lutador, que chegou acompanhado pelos treinadores Rafael Cordeiro e André Dida e pelo lutador Marcos Vinícius Vina, participante do reality show "The Ultimate Fighter Brasil - Em busca de campeões".
Wanderlei também defendeu o evento mineiro das críticas de que o card estaria abaixo das expectativa dos fãs. Segundo ele, os lutadores do TUF Brasil precisam mostrar que merecem uma vaga no UFC e, por isso, devem fazer os melhores combates da noite.
- Todas as lutas do TUF vão ser muito boas. A luta do Macapá e do Wolverine, por exemplo, tem tudo para ser muito boa. A do Galeto com o Vina também. Todas as lutas com o pessoal da casa vão ser muito interessantes. O pessoal questiona porque eles não são conhecidos lá fora, mas é a chance da vida desses caras. Vão ter essa luta para provar e, ganhando ou perdendo, precisam mostrar que tem coração. Às vezes, o cara que tem nome, luta morno, só para ganhar. Esses vão entrar com tudo porque não têm nada a perder - disse Wanderlei.
O UFC 147 acontece neste sábado, no Mineirinho, em Belo Horizonte. A luta principal será o duelo entre o peso-médio Wanderlei Silva e o americano Rich Franklin, ex-campeão da categoria. O peso-pesado gaúcho Fabrício Werdum enfrenta Mike Russow no co-evento principal da noite. Pela final do reality show "The Ultimate Fighter Brasil - Em busca de campeões", Cezar Mutante e Sergio Moraes duelam pelos pesos-médios, enquanto Rony Jason encara Godofredo Pepey pelos penas.


                                           Treinadores André Dida e Rafael Cordeiro

Nenhum comentário: