UFC confirma planos para revanche de Belfort x Wanderlei Silva no Rio

Diretor internacional do Ultimate nega que derrota do 'Cachorro Louco' em BH atrapalhe o planejamento e diz que brasileiro lutará na franquia até o fim.

 

 

A derrota de Wanderlei Silva no UFC 147, a sétima nos seus últimos 10 combates, levantou novamente as especulações de que sua aposentadoria estaria próxima. O Ultimate, porém, ainda tem planos para o "Cachorro Louco": a revanche contra Vitor Belfort, que deveria acontecer no evento em Belo Horizonte, mas foi cancelada quando o atleta carioca machucou a mão esquerda e foi substituído por Rich Franklin. O diretor de relaçõs internacionais do UFC, Marshall Zelaznik, confirmou que o duelo entre os dois técnicos da primeira temporada do "The Ultimate Fighter Brasil - Em busca de campeões" está planejado para o evento de outubro no Rio de Janeiro, na HSBC Arena.
É nisso que estamos trabalhando. Nenhum contrato foi enviado ou assinado, mas pretendemos fazer isso - disse Zelaznik quando perguntado sobre a possibilidade.
Vitor Belfort havia anunciado, no mesmo sábado, que estaria no evento carioca de outubro, aumentando as especulações de que a revanche aconteceria no Rio. Zelaznik negou que a derrota de Wanderlei tenha afetado esses planos. O diretor também disse que o "Cachorro Louco" terá uma casa no UFC até decidir se aposentar.
- Não sei o estado do contrato do Wanderlei, mas sei como o Dana (White, presidente do Ultimate) se sente sobre ele. Wanderlei vai seguir no UFC até se aposentar, então se ele quiser continuar lutando, vai ficar - afirmou.




Vitorioso no combate com Wanderlei Silva, a quem considera como amigo, Rich Franklin se negou a especular sobre o fim da carreira do brasileiro e elogiou sua performance na luta de sábado.
- Não é minha decisão comentar se Wanderlei deveria se aposentar, é uma decisão para ele e sua equipe tomarem. Ele fez um bom trabalho, senão eu lembraria de todos os cinco rounds. Ele me derrubou (no segundo round), então é decisão dele e de sua equipe - declarou o lutador americano.
Pelo Twitter, o presidente Dana White, que precisou se ausentar do Mineirinho rapidamente para pegar um voo de volta aos Estados Unidos e não participou da coletiva de imprensa pós-evento, mandou uma mensagem de apoio a Wanderlei.
- Wandy, você é um monstro e tenho muito respeito por você! - escreveu White, em inglês.

Nenhum comentário: