Faber não teme dicas de José Aldo para Barão: 'É um esporte individual'

Lutador americano enaltece duelo com o brasileiro Renan Barão e espera luta emocionante no Canadá. Combate será no dia 21 de julho, pelo UFC 149.

 

                                             Urijah Faber e Renan Barão disputam o cinturão
                                                                   interino dos galos



Queridinho dos americanos, Urijah Faber disputa o cinturão interino da categoria peso-galo no dia 21 de julho, em Calagary, no Canadá. Seu oponente será o brasileiro Renan Barão, companheiro de equipe de um velho conhecido: José Aldo. Em 2010, o atual campeão dos penas do UFC derrotou Faber, ainda pelo WEC. Questionado sobre as dicas que Barão tem recebido de Aldo, o americano fez pouco caso e apenas enalteceu mais um duelo entre as equipes Nova União, do Rio, e a Team Alpha Male, da Califórnia.
- Ele vai levar Aldo para o octógono? Caso sim, eu me preocuparia em lutar com os dois ao mesmo tempo. É um esporte individual. Renan tem algumas semelhanças com o jogo do Aldo, mas são diferentes e tem técnicas diferentes. Não tenho medo da ajuda de Aldo. Gosto muito da Nova União. Vai ser uma grande luta entre dois lutadores das equipes que considero as melhores do mundo entre os pesos mais leves - disse Urijah Faber, em uma coletiva concedida por telefone.
Inicialmente, Faber estava escalado para disputar o título dos galos diante de Dominick Cruz, o atual campeão da divisão que acabou se lesionando. Sobre a luta com um 'substituto' pelo cinturão interino, o americano tratou de mostrar respeito pelo novo adversário.
- Está garantido que essa luta vai ser excelente e tem potencial para ser uma das melhores do ano. São dois lutadores que gostam de ir para cima e terminar combates - completou.
Renan Barão, por sua vez, mostrou segurança no seu camping de preparação na Nova União. O jovem, que detém o recorde 29 lutas seguidas sem derrota, reconhece que ainda não é uma figura muito conhecida internacionalmente e, por isso, pretende usar o combate do UFC 149 para mostrar seu valor.
- Ainda não sou tão reconhecido pelo público americano. Mas estou tranquilo. Se sou subestimado, tenho que mostrar no octógono e vão me conhecer melhor - garantiu o brasileiro.
Barão e Faber foram escolhidos para disputar o cinturão interino porque o atual campeão dos galos, o americano Dominick Cruz, lesionou o joelho e precisará de cerca de nove meses para se recuperar e voltar ao octógono.

Nenhum comentário: