Para Joinha, Evans e Bisping são maiores candidatos à luta com Silva

Empresário de Spider considera ex-campeão dos meio-pesados e peso-médio mais credenciados à disputa do título que Weidman e Lombard.

 

                                             Rashad Evans é um dos nomes cotados pelo
                                                            empresário do Spider 



A indefinição sobre o próximo desafiante ao cinturão dos pesos-médios de Anderson Silva vem gerando muita especulação. O empresário do Spider, Jorge "Joinha" Guimarães, tem seus palpites. Apesar de ressaltar que a decisão cabe completamente ao UFC, o manager e comentarista do canal Combate acredita que dois dos nomes mais cotados, Chris Weidman e Hector Lombard, não estão tão credenciados a encarar o lutador paulista quanto Rashad Evans e Michael Bisping, dois outros candidatos que ganharam força nos últimos dias.
Ex-campeão dos pesos-meio-pesados, Evans externou no Twitter uma vontade de enfrentar Anderson Silva após a vitória do brasileiro sobre Chael Sonnen, no UFC 148, em 7 de julho. O americano recuou da declaração nos dias seguintes, mas depois admitiu estar pensando em baixar de peso para competir com o brasileiro. Já Bisping vem fazendo campanha para enfrentar o Spider há anos e, caso vença Brian Stann no UFC 152, em setembro, estaria de volta entre os principais nomes da categoria. Segundo Joinha, a fama e experiência dos dois lutadores, com passagens como alunos e treinadores no reality show "The Ultimate Fighter", os torna grandes candidatos a um desafio contra o campeão peso-médio.
- O Rashad é um cara que dá para promover, acabou de disputar o cinturão, tem nome. Dá para vender. Acho que seria um lutaço. O Bisping também é um grande lutador, muito mais popular que o Weidman, e daria para vender - afirmou Guimarães ao SPORTV.COM.

                                            Michael Bisping é um nome de expressão na
                                                      categoria dos pesos-médios



Nenhum dos dois, todavia, vem sendo considerado "favorito" ao próximo duelo com Anderson Silva. O presidente do Ultimate, Dana White, já declarou que se Hector Lombard, campeão do Bellator e invicto desde 2006, vencer Tim Boetsch de maneira convincente em sua estreia no Ultimate, no UFC 149 deste sábado, pode receber a chance de enfrentar Spider em sua luta seguinte. O jovem Chris Weidman, que derrotou Mark Muñoz de forma impressionante no último dia 10 de julho e está invicto em nove lutas no MMA, também vem pedindo pela oportunidade e disse recentemente que o UFC estava tentando fazer o duelo acontecer. Para Joinha, contudo, nenhum dos dois tem o reconhecimento necessário do público para "carregar" um evento principal contra Anderson e precisam de mais lutas para se credenciarem.
- Tem que ser credenciado para lutar. O Weidman nunca perdeu, mas para lutar com um lutador do calibre do Anderson, dificulta. O Anderson é um lutador caro, um dos maiores do evento. O Lombard, 90% dos fãs do UFC não sabem quem ele é. Mas tudo pode acontecer. Eles poderiam levar para a TV aberta, dentro da parceria deles (com um canal americano). Quem viabiliza isso é o evento. Com essa máquina do UFC, eles conseguem promover qualquer um - analisou o empresário.

 

Nenhum comentário: