Primeiro algoz do Spider afirma: ‘Não imaginava que ele seria o número 1’

Luis Azeredo lembra da luta em que Anderson foi derrotado pela primeira vez no MMA, há 12 anos. ‘Ex-carrasco’ espera vitória dele sobre Sonnen.

 

                                         Luis Azeredo, o primeiro a derrotar Anderson Silva
                                                         nas artes marciais mistas



Campeão dos pesos-médios do UFC, Anderson Silva está invicto desde 2006, ano em que conquistou seu cinturão. Entretanto, o lutador, que é considerado o maior de todos os tempos, também teve de aprender, mesmo que poucas vezes, a lidar com o sabor amargo de uma derrota antes de ser tornar uma estrela do MMA. Com 35 lutas em seu cartel, o Spider foi derrotado apenas quatro vezes. O primeiro revés de sua carreira foi em 2000, pelo Meca World Vale Tudo, e o sportv.com ouviu o primeiro lutador que deixou um ringue com uma vitória sobre a estrela do Ultimate. Aos 36 anos, Luis Azeredo, que também lutou em eventos importantes como Bellator e Pride, reconhece que há 12 anos, na época do embate, jamais poderia imaginar o quanto uma vitória sobre Anderson Silva representaria nos dias de hoje e conta o que fez para conseguir parar o rival, que era uma promessa de 25 anos de Curitiba.
-Naquela época, sabia que o Anderson era um lutador de muay thai muito temido. Batia em todo mundo. Por isso mesmo que aceitei a luta. Mas nem imaginava que ele se tornaria o número 1 do mundo. Ele ainda não tinha um desempenho muito bom no chão. A trocação já era excelente. Fui pelo chão, que era o caminho mais fácil – lembra Luis, que derrotou o Spider na decisão unânime dos jurados.
A derrota de Anderson Silva para Azeredo foi a única do lutador em seus primeiros seis anos no MMA. Sem falsa modéstia, o lutador lembrou que o Spider não se apresentou no peso correto para o combate; mesmo assim, quis enfrentá-lo sem fazer nenhuma exigência, tornando a vitória especial.




Quando recebi a proposta para lutar com o Anderson, já tinha ouvido falar dele e sabia que havia nocauteado alguns atletas. Aquela luta era na categoria até 80kg, eu estava de calça jeans pesando 78kg, estava leve. O Anderson, de sunga, bateu 82kg. Os promotores perguntaram se eu queria que ele baixasse de peso e eu falei, ‘’Quanto maior for, maior a queda’’. Acho que no dia da luta, ele estava ainda mais pesado – contou o atleta, que está morando em Nova York.
Já naquela época, ainda no início de sua trajetória no MMA, Anderson Silva já era dono de um estilo de luta muitas vezes irreverente. Com bom humor, Azeredo contou que o atual campeão estava solto na luta e chegou a fazer palhaçadas. Segundo ele, algumas atitudes do Spider, já naquela época, serviam para tentar desestabilizar o oponente.
- Fora do ringue, ele parece ser uma pessoa respeitosa. Mas, lá dentro, ele se transforma, como todos os lutadores. Ele é um ‘’showman’’. Tira sarro, brinca e desrespeita os adversários. Não vejo problema nisso. Você tem que saber usar de todas as estratégias para ganhar, sem fazer jogo sujo – afirmou Azeredo, que espera uma vitória de sua antiga ‘’vítima’’ na aguardada revanche deste sábado, contra Chael Sonnen.

                                         Anderson Silva (à direita), enfrenta Luis Azeredo
                                                       no Meca World Vale Tudo


Eu acho que o Anderson tem que bater bem batido no Sonnen. Esse cara não respeita nosso país. O Anderson vai contar com toda minha energia e vibração para derrotar esse cara de novo. Mas acredito que é uma luta que tudo pode acontecer – completou. O esperado confronto entre Anderson Silva e Chael Sonnen ocorre neste sábado, em Las Vegas, na atração principal do UFC 148.

Nenhum comentário: