Rafaello Trator abre UFC 148 com vitória sobre Yoislandy Izquierdo

Peso-leve brasileiro se recupera de duas derrotas seguidas, contra Gleison Tibau e Yves Edwards. Cubano sofre sua segunda derrota em duas lutas.

 

                    Árbitro Mario Yamasaki ergue o braço do brasileiro Rafaello Oliveira

O peso-leve brasileiro Rafaello "Trator" Oliveira abriu o UFC 148 com vitória contra o cubano Yoislandy Izquierdo por decisão unânime dos juízes (triplo 29 a 28). O resultado dá uma sobrevida a Rafaello no UFC, já que ele havia perdido suas duas últimas lutas, contra Gleison Tibau e Yves Edwards. Já Izquierdo soma sua segunda derrota no UFC, após estrear perdendo para Reza Madadi no UFC Suécia.
- Tentei segurar a onda. Sou pernambucano e brasileiro, e temos uma raça muito grande. Faltou um pouco uma regressão da minha parte, porque fiquei com medo de perder a posição. Vim com a mão direita quebrada, não treinei direito. O médico disse para eu não lutar, mas eu decidi usar mais a mão esquerda no combate - disse Rafaello Trator após a luta, em entrevista ao Combate.
O primeiro round começou com o cubano tomando a iniciativa da luta, com socos e bons chutes que abalaram o brasileiro. Mesmo tendo dificuldades com o bom boxe de Izquierdo, Rafaello Trator conseguiu derrubar o adversário após um single leg, passando a guarda e estabilizando na posição de 100 quilos. Com bom jogo de chão, o brasileiro evitou que Izquierdo levantasse, e aplicou boas joelhadas nas costelas do rival. A cerca de 1m30s do fim do round, Trator quase encaixou uma americana, mas o cubano livrou-se da pressão e voltou para a luta em pé. Após um bom chute na cabeça do cubano, Trator tentou a derrubada, mas sofreu um belo suplê. No fim do round, Izquierdo conseguiu novos golpes de boxe, acertando o brasileiro.
No segundo round, Izquierdo continuou aplicando o seu bom boxe, com golpes que acertaram Trator em cheio. Mal na luta em pé, o brasileiro aplicou o double leg e derrubou o cubano, mas ficou na guarda. Com um sangramento na testa, o brasileiro mantinha o adversário no chão, mas tinha dificuldade para estabilizar-se e aplicar um golpe efetivo. A tentativa de uma americana no braço esquerdo de Izquierdo quase deu resultado. Após uma pausa para atendimento médico por causa do sangramento, o brasileiro manteve o domínio no chão até o fim do round.
O terceiro e decisivo round começou com o mesmo panorama do segundo round: com o brasileiro levando a luta para o chão e mantendo o cubano com as costas no chão. Mesmo com o sangramento o incomodando, o brasileiro passou a guarda de Izquierdo e tentando aplicar a americana, novamente sem sucesso. O cubano ainda tentou levantar-se, mas Trator manteve o rival no solo e aplicou boas cotoveladas no rosto. Com domínio no jogo de chão, o brasileiro garantiu o resultado imobilizando Izquierdo até o fim da luta, garantindo a vitória por pontos.

Nenhum comentário: