Rony Jason ganha patrocínio do Fortaleza e vira garoto-propaganda

Tricolor assumido, vencedor do TUF Brasil assina com o Tricolor de Aço por seis meses. Rony espera disputar cinturão dos penas até o ano que vem.

 

                                  Rony Jason desafiou o jogador Geraldo, mas só na brincadeira


O torcedor do Fortaleza ganhou um reforço de peso para a sexta-feira 13. Na verdade, de peso-pena. Em jogada de marketing certeira, Rony Jason, um dos campeões do reality show "The Ultimate Fighter Brasil - Em busca de campeões", assinou contrato com o Tricolor de Aço. Até o fim do ano, o atleta vai carregar a marca "Leões do Pici" - programa de sócio-torcedor do clube - em todos os eventos que participar.
- Torço para o Fortaleza desde criança. E, por incrível que pareça, meu irmão torce pelo Ceará. Então a gente sempre viveu essa briga interna dentro de casa. Eu acho que eu já era lutador antes e não sabia. Sempre tivemos esses embates - contou Rony.
Rony Jason exibiu um cartão-fidelidade feito especialmente para ele, assim como uma camisa oficial. Ambos traziam o nome dele e o número 13, em referência ao personagem dos filmes de terror, que carrega uma máscara semelhante a de Jason.
O atleta, agora declaradamente tricolor, se sentiu em casa no Pici. Ele comparou sua garra no octógono com a força que o Fortaleza precisa ter para se recuperar do início ruim na Série C. O Leão empatou em 0 a 0 com o Águia de Marabá, em casa, e perdeu para o Luverdense, por 2 a 0, na rodada seguinte.
- Não tem muita diferença a luta no octógono da luta dentro de campo que eles vivem. O Jason nunca morre. Eu espero que eles peguem esse espírito e que eles ressurjam. Eles estão meio mortos, mas vamos ressuscitar o Fortaleza - declarou o atleta.
Antes de assinar o contrato e partir para as formalidades, Rony Jason passeou pela sede do clube e conheceu as dependências do Pici. Ele visitou os atletas no departamento médico e ainda viu a academia que, a partir de agora, também está à disposição do lutador, caso queira treinar quando estiver na Capital.
- Excelente. E tem até ar-condicionado. É muita moleza pra esses caras - disse se referindo aos jogadores.
No encontro com o ídolo tricolor Geraldo, teve espaço para brincadeiras e até rolou um desafio.
- Vou botar uma chuteira e bater um racha com vocês. Depois vocês botam a luva para um treino comigo - cutucou o lutador.
- Mas o round ali é de 45 minutos. Se você for eu vou - rebateu Geraldo.
O que fez com que Rony Jason voltasse atrás.
- É. Eu não aguento 45 minutos correndo não.
- E nem eu aguento 5 minutos apanhando - brincou Geraldo.


                                      Rony Jason mostra camisa com seu número: o 13

O vencedor do TUF Brasil também foi até o gramado, onde conversou com os atletas do Fortaleza que treinavam sob o comando do novo técnico Vica.
 - É um reforço e tanto - comentou baixinho o treinador que comandava apenas seu segundo trabalho no Tricolor.
Rony ficou cerca de 15 minutos falando com os atletas do Fortaleza. Em suas palavras, muita motivação e a esperança de ver o clube retornar à Série B do Brasileirão.
- Se cada um de vocês der o melhor, não tem como vocês serem derrubados. A vontade dentro de campo é o que faz a diferença. Vocês são a alegria de muitas pessoas. Cada vez que vocês entrarem em campo, têm que pensar em tudo que vocês estão representando, em cada uma das pessoas que torce pelo Fortaleza, na família de vocês. Eu penso em tudo isso antes de lutar - discursou Jason aos atletas.
O Fortaleza está na penúltima posição do Grupo A da Série C. O time conquistou apenas um ponto nas duas primeiras rodadas e enfrenta o Paysandu, na próxima segunda-feira, em Belém.


                                 Rony Jason fez discurso motivacional para os jogadores



 Rony Jason mira cinturão no ano que vem

De folga e aproveitando para rever amigos e familiares, Rony Jason está bem acima do peso de sua categoria. O atleta está com cerca de 82kg e precisaria emagrecer bastante para chegar até 66,2kg (peso limite da categoria pena).
-  Calma. Tem tempo para emagrecer para uma luta - comentou Jason.
Rony Jason contou que gostaria de lutar no UFC Rio 3, que ocorre em outubro deste ano, no Rio de Janeiro.
- Gostaria de lutar no Rio (de Janeiro). Seria o ideal. Porque daria tempo de descansar e recuperar a forma, além de ser em casa. Queria enfrentar um gringo lá - afirmou o lutador, que venceu Godofredo Pepey no mês passado, pela final do TUF, em Belo Horizonte.
Para ele, chegar até o UFC foi apenas o primeiro passo. Segundo Jason, 'está tudo zerado' e uma nova caminhada começa até o título dos peso-pena, que pertence ao compatriota José Aldo.
- Estou disponível para o UFC. Quero mais uma ou duas lutas no ano que vem. Dependendo de como for, quero ter a oportunidade de disputar o cinturão, independente de com quem esteja. Espero que esteja com o José Aldo. Pelo menos vai estar no Brasil e em boas mãos.

Nenhum comentário: