Vitor Belfort admite que ainda sente dores na mão e faz elogios a Belcher

Lutador, no entanto, garante que vai estar 100% para a luta no Rio e se refere ao americano como 'cara duríssimo, bom em todos os fundamentos'.

 

                                     Belfort em treino recente, ainda com a proteção na mão


Vitor Belfort não perdeu tempo após o anúncio oficial de sua luta contra Alan Belcher no UFC Rio III e já iniciou o período de preparação para o duelo. Feliz por voltar a atuar no Rio de Janeiro, onde derrotou Anthony Johnson no UFC 142, no início deste ano, o carioca admitiu que ainda sente dores na mão esquerda, lesionada antes do UFC 147 e que o tirou do confronto contra Wanderlei Silva no evento, mas garantiu que isso não será problema para chegar bem no dia 13 de outubro.

- Indiscutivelmente, é um prazer enorme. Ainda mais vendo como está a repercussão do meu esporte dentro do meu país. Sempre sonhei com momentos como esse e estou muito feliz em poder lutar novamente aqui para minha torcida. Acabei de ser liberado para testar minha mão. Socando ainda sinto um pouco, mas com certeza estarei 100% para a luta. Esse é um sacrifício que faço questão de fazer, e me mantive em forma. Vamos com tudo! - disse Vitor ao site oficial do Ultimate.
O brasileiro mais uma vez ressaltou que tem como objetivo principal uma nova oportunidade de disputar o cinturão dos médios e fez muitos elogios ao adversário americano:
- Ele é um excelente lutador, um cara duríssimo e bom em todos os fundamentos. Ele vem de uma vitória muito boa sobre o Toquinho. Com certeza, esse vai ser um grande teste para os dois. Estou focado no cinturão, mas o que vem pela frente é o Belcher e é só nisso que penso agora.

 

Nenhum comentário: