Vitor Belfort lança livro e diz: 'Quero enfrentar o Silva que tem o cinturão'

Lutador diz não ter torcida para o duelo principal do UFC 148, mas acaba admitindo: 'Óbvio que a gente quer que o Chael Sonnen tome um couro'.

 

 Belfort brinca com fã que foi com camisa parecida com a do Time Wanderlei no TUF Brasil, mas na realidade era do Team Liddell, quando Chuck foi treinador no TUF americano.


O livro "Lições de garra, fé e sucesso: Vitor Belfort" foi lançado pelo lutador na noite desta quinta-feira, em um shopping na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Acompanhado de sua esposa e fiel escudeira Joana Prado, Vitor recebeu muitos fãs e amigos para distribuir autógrafos e posar para fotos, e encontrou uma brecha para atender a imprensa. Ao responder sobre o desafeto Wanderlei Silva, o carioca deixou claro que sua meta no momento é outra revanche, só que contra o atual campeão dos médios, Anderson Silva:
- Quem tem boca fala o que quer (sobre Wanderlei). O meu objetivo é pegar os Silvas, mas agora eu quero enfrentar o (Silva) que tem o cinturão. Almejar o cinturão é o meu objetivo e deveria ser o de todo lutador dessa categoria. Óbvio que alguns lutadores levam isso para o lado pessoal, mas não é nada pessoal, é um objetivo. Se você entra sem objetivo na vida, não vai a lugar nenhum. Tem que saber o que quer, e o que eu quero é o cinturão, mais nada - disse ele, que perdeu para Anderson em fevereiro de 2011.
Perguntado em relação a para quem vai sua torcida na luta entre o Spider e o americano falastrão Chael Sonnen, neste sábado, no UFC 148, Belfort preferiu se abster a princípio, mas logo depois admitiu que está indo mais para o lado do compatriota:



                                         Amigos de Vitor, os ex-jogadores Wilson Gottardo e
                                         Thiago Coimbra, filho de Zico, ao lado do pai dele,
                                                                    Seu Belfort



Torço para que o esporte cresça. Torço para que o Vitor Belfort seja o campeão. Nesta luta de sábado vou torcer para que o evento seja uma maravilha. Tenho um carinho enorme pelo Demian Maia (que enfrenta o sul-coreano Dong Hyun Kim). Quero que o Anderson lute bem e dê show. Óbvio que a gente quer que o Chael Sonnen tome um couro. Não tem como esconder isso, porque é um cara que abusou muito ao falar do Brasil, e o Anderson tem todos os ingredientes para dar uma coça nele.
No livro, o lutador fala sobre alguns pontos polêmicos de sua vida , dentre eles o desaparecimento da irmã, Priscila, em 2004 - caso que até hoje não teve solução -, e o rompimento com o treinador Carlson Gracie. A esposa dele, Joana Prado, admitiu que não foi fácil para Vitor falar abertamente pela primeira vez sobre a irmã:
Foi, sempre é difícil, porque, querendo ou não você mexe na ferida. Não tem como. Mas acho que ele já está tão bem resolvido em relação a tudo isso que ele soube administrar bem. Foi legal que ele quis abrir o coração e falar tudo, sem deixar nada escondido. Acho que é justamente por isso que as pessoas vão se identificar com o livro.
Impressionada com o tamanho da fila e com o carinho dos fãs pelo marido, Joana afirmou que nem o próprio Vitor tem noção do tamanho da idolatria que ele desperta nos brasileiros:
Já até falei para o Vitor antes. Ele não tem noção do potencial que ele tem. Não sei se daria para ser melhor. O bacana é que ele continua humilde, com os valores e princípios dele. Isso que acho bacana no Vitor.
Já fazendo fisioterapia para curar de vez o deslocamento de um osso da mão esquerda, que o tirou da luta contra Wanderlei Silva no UFC 147, Vitor Belfort revelou que vai voltar a treinar 100% no final deste mês. O lutador já havia confirmado anteriormente que vai estar no card no próximo evento do Ultimate a ser realizado no Brasil, em outubro, no Rio de Janeiro. O adversário dele ainda não está definido, mas especula-se nos bastidores do MMA que seja um dos três: Michael Bisping, Brian Stann ou Alan Belcher, todos em boa posição na divisão dos pesos-médios.



Nenhum comentário: