Bem na defesa, Lyoto 'apaga' Bader e ganha chance de disputar o cinturão

Brasileiro faz luta conservadora e encaixa golpe perfeito: 'O Dragão está de volta!', diz. Dana White anuncia que ele encara vencedor de Jones x Hendo.

 

                          Lyoto Machida comemora a vitória sobre Ryan Bader em Los Angeles

O Dragão está de volta! E com uma nova chance de ouro na carreira. Ex-campeão dos meio-pesados do Ultimate e vindo de derrota para o atual campeão, Jon Jones, por finalização no fim do ano passado, Lyoto Machida se apresentou bem ao seu estilo na noite deste sábado e conquistou uma importante vitória sobre o americano Ryan Bader. Muito bem na defesa e controlando a luta, o brasileiro acertou uma poderosa direita e "apagou" o adversário com 1m22s do segundo round, no coevento principal do "UFC: Shogun x Vera", no Staples Center, em Los Angeles. O presidente Dana White, que havia prometido dar uma chance de disputar o título a quem mais lhe impressionasse dentre Mauricio Shogun x Brandon Vera e Lyoto x Bader, anunciou após o evento que o Dragão será o oponente do vencedor de Jon Jones x Dan Henderson, duelo que ocorre no UFC 151, no dia 1º de setembro, em Las Vegas.
Com seu tradicional jogo de manter a distância e atuar no contra-ataque, Lyoto travou a empolgação de Bader no começo do combate. Firme na defesa, o brasileiro soltou alguns bons chutes frontais no corpo do oponente, mas não fez muito mais do que isso. Bader, por sua vez, não conseguiu chegar nele e ainda levou uma joelhada na linha de cintura. No finzinho, Lyoto ensaiou alguns movimentos com as mãos no mesmo estilo de Anderson Silva e irritou o americano, que errou um cruzado por pouco.
O patamar se manteve no início do segundo round. Com pouco mais de um minuto, Bader perdeu a paciência com a atuação conservadora de Lyoto e partiu com tudo para cima, mas certamente sem esperar pelo que viria. O brasileiro foi mais rápido no movimento e aplicou um golpe de encontro de direita que nocauteou o adversário. Com mais um soco, liquidou a fatura e parou por conta própria, antes da chegada do árbitro "Big" John McCarthy, a 1m22s do assalto.
- O Dragão está de volta! - comemorou Lyoto Machida, no microfone, após o combate.







Aos 34 anos, Lyoto chegou ao triunfo de número 18 em 21 combates na carreira. De quebra, mandou a pressão para longe, uma vez que havia perdido três das últimas quatro lutas até então, para Mauricio Shogun, Rampage Jackson e Jon Jones. Já Bader, que tem 29 anos e foi campeão da oitava temporada do The Ultimate Fighter, onde foi treinado por Minotauro, perdeu apenas pela terceira vez em 17 combates. Ele vinha de triunfos sobre Jason Brilz e Rampage.



 

Nenhum comentário: