Judoca que venceu Guilheiro pensa em ir para o MMA após Olimpíadas

Travis Stevens quer se desafiar diante de lutadores das artes marciais mistas.

 

                                           Travis Stevens venceu Guilheiro nas quartas de final


Um dos personagens mais marcantes do judô nas Olimpíadas 2012, Travis Stevens faz planos para trocar o quimono pelas luvas de MMA após os Jogos de Londres. O americano, algoz de Leandro Guilheiro nas quartas de final do peso-meio-médio e marcado por lutar com esparadrapo no rosto nas semifinais, revelou que quer testar suas qualidades em outras áres. As artes marciais mistas, segundo ele, são o caminho ideal para tal aventura.
- Gosto de competir contra os melhores caras do mundo e estes tendem a ser os caras do UFC. Eles treinam especificamente para bater jogadores individuais. No judô, temos de 30 a 100 caras (em uma competição) e você nunca sabe quem vai enfrentar. Alguns podem perder cedo ou cometer um erro - você nunca sabe. Para competir em um nível onde os caras são todos qualificados em todas as artes e que pode unir estratégias que são capazes de derrotá-lo, eu quero testar isso. Quero me testar mentalmente para ver se consigo passar por essa situação. Esse é o fascínio para mim - explicou Stevens em entrevista ao site oficial do UFC.
Se abandonar o judô e migrar mesmo para o MMA, Travis Stevens, que perdeu a disputa de bronze para o canadense Antoine Valois-Fortier, fará o mesmo caminho que outros grandes nomes do esporte. O japonês Hidehiko Yoshida e o polonês Pavel Nastulla, medalhistas de ouro respectivamente em 1992 e 1996, fizeram parte do elenco de lutadores do Pride na década passada. Campeão em Pequim, o também japonês Satoshi Ishii se mantém ativo como profissional de MMA e já enfrentou, entre outros, Fedor Emelianenko (derrota) e Paulo Filho (empate).


                               Travis Stevens sofreu diversos ferimentos durante as Olimpíadas


Entretanto, o esportista que melhor representa o judô atualmente no MMA é uma mulher. Trata-se de Ronda Rousey, que já venceu Mayra Aguiar em duas oportunidades. Bronze na China, Rousey é a atual campeã peso-galo do Strikeforce e tem um incrível cartel de cinco vitórias em cinco lutas, todas elas encerradas no primeiro round depois de uma finalização da americana.

Nenhum comentário: