Nelson rebate reclamação de Dana: 'Ele quer ser um lutador, mas não é'

Dirigente disse que lutador estaria criando problemas nas gravações do TUF 16, mas 'gordinho' diz que White 'não compreende o que é ser um lutador'.

 

                            Shane Carwin (esq.) e Roy Nelson serão os técnicos do TUF 16

A presença de Roy Nelson como técnico do TUF 16 continua rendendo dores de cabeça ao presidente do Ultimate, Dana White. Nesta semana, em entrevista ao site "MMA Fighting", o dirigente reclamou que o "gordinho" do UFC anda causando problemas nas gravações do reality show. O lutador decidiu se defender e deu a entender que Dana tem inveja da vida dos lutadores.
- (As reclamações de Dana White) Acontecem provavelmente porque ele quer ser um lutador, mas não é. Acho que nós estávamos falando sobre treinar ou algo assim, e (Dana) não é um treinador. Há uma compreensão sobre o que é ser um lutador, e acho que ele não compreende - disse Roy Nelson ao site "MMAjunkie".
Antes, Nelson já havia criado polêmica ao escolher assistentes técnicos que foram vetados pela organização. Nesta quinta-feira, o brasileiro Cesar Gracie divulgou que seus pupilos Nick Diaz, Nate Diaz, Jake Shields e Gilbert Melendez seriam assistentes de Roy Nelson no programa. O pesado também comentou o assunto e aproveitou para provocar Dana White mais uma vez.
- Você nunca sabe (o que vai acontecer) quando Dana está envolvido. Ele vai dizer a vocês uma coisa e, em seguida, cinco minutos mais tarde, dizer outra. Na semana passada, Shogun e Brandon Vera estavam lutando para ter a chance de disputar o título, e depois, de repente, (Lyoto) Machida e Ryan Bader estavam também. A próxima coisa que você sabe que ele vai dizer é que Randy Couture ganhará a disputa de título seguinte, quando ele voltar (da aposentadoria) - ironizou Nelson.
Além de Roy Nelson, o TUF 16 conta com Shane Carwin como técnico. O programa começa a ser exibido nos Estados Unidos a partir de setembro.

Nenhum comentário: