Velásquez critica Cigano: 'Não tem que escolher contra quem vai lutar'

Americano não concorda com pedido do brasileiro para enfrentar Overeem: 'Tem que pegar o desafiante número 1. Vai ter que passar por mim primeiro'.

 

                                                                 Cain Velásquez


Dana White foi pego de surpresa com o pedido de Junior Cigano para enfrentar Alistair Overeem em vez de Cain Velásquez em sua próxima defesa de cinturão. Tudo isso por conta das recentes provocações do holandês, que vem dizendo por aí que o brasileiro está com medo dele. No meio dessa história, o lutador americano se manifestou. Ex-campeão, Velásquez afirmou que Cigano pode até enfrentar Overeem, mas antes terá outro desafio pela frente.
Sou o próximo da lista para disputar o cinturão. Tenho o maior respeito pelo Junior como pessoa e como lutador. Acho que ele representa muito bem o esporte. Mas, como campeão, se existe um desafiante número 1, então você normalmente não tem que escolher contra quem vai lutar. Você simplesmente tem que enfrentar o desafiante número 1. É assim que me sinto em relação a isso. Como campeão, você tem que enfrentar o próximo da lista, e não escolher seu adversário. Ele quer muito pegar o Overeem, mas vai ter que passar por mim primeiro - disse ao programa "MMA Hour" nesta segunda-feira.
Cain Velásquez declarou que entende o poder das provocações no MMA, mas não é por isso que pretende mudar seu estilo mais reservado.
- Esse é o meu jeito. Definitivamente vou entrar no octógono e fazer uma boa luta. Sei que os fãs querem ver isso (a luta entre Cigano e Overeem), mas ele tem que enfrentar o próximo da lista.
O americano lembrou que Overeem foi pego no antidoping antes de encarar Cigano no UFC 146 - foi substitúído por Frank Mir e suspenso até o fim do ano - e deixou claro que vai cobrar a promessa que lhe foi feita pela organização, a de uma revanche contra o brasileiro, para quem perdeu o cinturão no fim do ano passado.


                     Junior Cigano tirou o cinturão de Cain Velásquez no fim do ano passado

- Não acho certo ele ter problemas com doping e ganhar uma chance pelo cinturão. Não me importo com o que ele passou. Só sei o que eu fiz para chegar lá. O que me foi prometido, foi prometido. É assim que eu vejo isso. Eu definitivamente quero lutar contra Junior, então vou fazer que está ao meu alcance para tentar fazer essa luta acontecer. Vamos ver o que acontece. Teremos que falar com o Dana e ver qual a posição dele. A única coisa que posso fazer é tentar fazer a luta acontecer. É isso que eu quero.
De certo mesmo é que Junior Cigano vai fazer a segunda defesa do título peso-pesado no dia 29 de dezembro, em evento que será realizado em Las Vegas, conforme já anunciou o UFC.

Nenhum comentário: